23 de out de 2016

Como tornar seu dormtório moderno e inteligente

(Fonte: Mansion Global)

Não há espaço em sua casa que tem maior influencia de como será o seu dia do que o seu quarto.
Um espaço para descanso e meditação. Um santuário.
Então porque não implantar melhorias na parte da casa que mais faz por você?
Abaixo descrevemos alguns produtos inteligentes que poderão fazer voce começar o seu dia com mais entusiasmo.

A melhor maneira de acordar

O smartphone já matou o despertador tradicional, e mesmo que isto não tenha sido uma perda particularmente lamentável, há algo a ser preservado sobre a velha maneira de fazer as coisas, ou seja, a capacidade de verificar a hora no meio da noite sem ficar sugado para um mundo de e-mails, redes sociais, mensagens de textos e atualizações.

O Wake-up Light Philips não só oferece isto mas melhora  toda a experiência do despertar oferecido por despertadores tradicionais e seus equivalentes nos smartphones.

Em vez de perturba-lo com a repetição de sons de alerta, o Wake-up Light oferece uma entrada suave para o dia através da iluminação gradual, e sons suaves que podem ser compartilhados com os da natureza ou sua estação de rádio FM favorita.

O Wake-up Light também pode servir como luz de leitura e oferece uma "Sunset Simulation", como uma sugestão visual para a abordagem de deitar.

Assista o video de demonstração https://youtu.be/ms3t1Lc1gMI 

Sono inteligente

Embora certamente objeto de algum debate saudável, o objetivo principal do quarto é fornecer os ao seu ocupante um sono restaurador que tanto este precisa.
Como você ter certeza de obter o melhor descanso possível? Eight Sleep pode te ajudar.
A capa do colchão tem sensores estrategicamente colocados que que rastreiam todos os tipos de informações importantes do sono, desde a temperatura do leito até a taxa de respiração.
O seu aplicativo que acompanha irá fornecer-lhe com um modelo consistente de como seu sono tem sido, o que lhe permite fazer ajustes quando necessário. Ou ele pode até fazer os ajustes por conta própria. Ao ler a temperatura do quarto, e analisando a sua temperatura de dormir preferida, ele pode ajustar a cama para o calor ideal, inclusive dividindo a cama em temperaturas separadas, de modo a não perturbar o seu parceiro.

Ele também é totalmente integrado a "Internet das Coisas", que significa que o sistema de sono pode sinalizar sua máquina de café para começar o seu preparo, logo que voce comece a acordar.
O aspecto do sistema Eight Sleep é o de uma capa de colchão, significa que você não tem que usar outras cobertas e ele rastreia as funções demonstradas abaixo.


Veja o video de demonstração: https://youtu.be/eS1eKLV-tVo

Privacidade com o aperto de um botão

Iluminação luz natural adequada é uma benção para qualquer quarto, mas uma abundância de janelas envidraçadas coloca a privacidade ameaçada.
Cortinas são uma solução óbvia, mas nem sempre particularmente elegantes e higienticas (e um tanto arcaicas para uma casa de estilo mais moderno).
Felizmente, a Sonte apresenta uma opção melhor (e mais bonita).




A tecnologia "filme inteligente", ​​que pode ser adaptada às janelas existentes da sua casa, transforma janelas de aspecto transparente para opaco ao toque de um botão, através de um aplicativo.
O filme instalado nos vidros é Wi-Fi habilitado, o que significa, como o Eight Sleep, ele tem o potencial para ser emparelhado com outros dispositivos inteligentes.
Quer ser inundado de luz natural quando o alarme dispara? Sonte pode ser capaz de atende-lo.

Apenas certifique-se você ainda está em seu traje de dormir...

Uma cama que se arruma sozinha

Se você quiser começar o dia com o pé direito, lembre  o conselho (ou ordem) dos seus pais: Faça a sua cama.
Este ato menor não só concede-lhe uma sensação de realização e ordem para iniciar a sua manhã, ele prepara você para um dia de produtividade. Ainda melhor, é o presente que você dá a si mesmo, quando, a cada noite, você volta para uma cama bem arrumada.
Ainda assim ... seria bom se o processo poder ser automatizado, eliminando a necessidade de lembrar isto diariamente e exercer um número razoável de esforços musculares.

Apresentamos então a cama de auto arrumação Ohea.

A  Ohea  é uma invenção de um fabricante de móveis espanhol que reconhece quando o seu ocupante deixou a cama e começa imediatamente o processo de arrumação com o uso de chapas de fixação e alisamento de travesseiros , garantindo uma renovação a cada sono.

O produto está atualmente em fase de protótipo e deve em breve aceitar pré-encomendas.

Veja o video : https://youtu.be/wI9CSHgGYtg

16 de out de 2016

Empresas seguradoras apoiam o mercado de Automação Residencial

A AURESIDE há algum tempo tem discutido a possível participação de empresas de seguros como impulsionadoras dos negócios em Automação Residencial. Dentro desta linha, aproveitamos para reproduzir abaixo uma publicação recente do MIT que trata desta tendencia nos EUA


Os profissionais e empresas de Automação Residencial têm agora um novo incentivador:  as companhias de seguros. Empresas como a State Farm, USAA e American Family aparentemente estão ajudando a estimular a adoção de tecnologias para casa inteligente, oferecendo incentivos para os clientes dispostos a instalar tecnologias como um detector de fumaça, sensores ou câmeras, conforme mostra um relatório do MIT Technology Review.

O pensamento é que estes dispositivos conectados devem ajudar os proprietários a perceberem problemas como incêndios e roubos antes que se transformem em problemas maiores que exigem pagamentos de indenizações caras.

Imagine um sensor de vazamento de água alertando-o para uma tubulação vazando antes que haja uma inundação que afete todo o seu apartamento. A informação imediata significa que você pode desligar a entrada da água mais rápido e conter os danos decorrentes, se possível até com a ajuda de um dispositivo automático que feche a entrada de água da sua casa. Então, ao invés de precisar investir para cobrir o custo de novos pisos, paredes e móveis, a sua seguradora só terá que pagar para a correção básica.

Algumas companhias de seguros também enxergam um futuro de otimização entre as suas operações de negócios com a ajuda de dados obtidos na casa inteligente. Tudo, desde o processamento de reivindicações para prever as necessidades de manutenção pode ser melhorado com a automação e a coleta seletiva de dados. Subsidiar a tecnologia de casa inteligente em seus clientes pode significar um ganho adicional de receitas e uma redução nos riscos operacionais, contando ainda com a evolução constante da tecnologia envolvida.

12 de out de 2016

Quem está comprando Automação Residencial?

Seguem templates com resumos das mais recentes pesquisas publicadas nos EUA







9 de out de 2016

Casas inteligentes: tres razões para que os moradores contratem Integradores profissionais

Fonte: Sociable.com

Em 2014, mais de um milhão de novas unidades habitacionais foram iniciadas nos EUA -  um aumento de 8,8% em relação ao ano anterior. Atualmente, muitas pessoas não estão apenas planejando a construção de algo próprio, mas também querem aproveitar a tecnologia de casa inteligente para incrementar a sua experiencia de morar.


Estatisticas revelam que só na América do Norte, o mercado doméstico inteligente irá gerar US $ 22,4 bilhões em receitas até 2020, tendo passado de 7,19 bilhões em 2013. E com pouco menos de 50% da população da América do Norte prevista para comprar pelo menos um dispositivo conectado no próximo ano, a casa inteligente realmente está começando a aparecer no horizonte.

Além disso, em 2022, a Internet das coisas (IoT) terá atingido um valor econômico de US $ 14,4 trilhões. Muitos dos dispositivos de rede estarão em nossas casas  para regular a temperatura, monitorar a segurança, bloqueando as portas, e trazendo entretenimento. No entanto, para uma casa ser considerada "inteligente" estes sistemas devem ser capazes de interagir entre si e serem remotamente controlados via internet ou telefone (e de forma segura) - e é aí que os Integradores de Sistemas entram.

Neste artigo, destacamos as três principais razões pelas quais as pessoas estão contratando estes integradores especializados e vamos nos aprofundar no que eles realmente fazem.

1) Experiência e foco na tecnologia

De acordo com uma pesquisa da Icontrol, os consumidores estão mais propensos a adotar a tecnologia de casa inteligente durante reformas ou upgrades de suas moradia e também quando eles estão comprando uma casa nova.

Ao construir uma casa inteligente, é importante contratar profissionais que possam colaborar com você e ajudá-lo a desenvolver a sua visão e transformá-la em uma realidade. Integradores de sistemas residenciais estão aí para fazer exatamente isso; eles são muito mais do que apenas os empreiteiros que atuam parcialmente na obra, eles desenvolvem uma visão geral.

Além disso, esses profissionais trabalham em conjunto com outros profissionais visando ajudá-lo a construir uma casa inteligente ao integrar sistemas e dispositivos. Eles trabalham com você desde os primeiros projetos até a última demão de tinta.

Na realidade, você só tem uma chance para integrar a tecnologia inteligente em um novo projeto de construção. Para ser mais eficaz, você realmente precisa dispor de um integrador desde o início, Como a solução deve evoluir através do processo de construção,  haverá interação direta com os. materiais de construção e seu impacto sobre a infraestrutura. Além disso, deve levar em consideração a evolução do gosto e das necessidades do proprietário até o projeto começar a rodar.

Muitos equipamentos precisam ser instalados em forros ou paredes. Num projeto novo ou reforma, esta situação pode se tornar um obstáculo e eventualmente causar problemas estéticos ou de uso em alguns ambientes.

Por isso, Integradores devem ser consultados nos estágios iniciais destes projetos. Além de colaborar com o cliente, ele vai se reunir com outros profissionais e fornecedores envolvidos, coordenar cronogramas com a equipe de construção pois o seu trabalho está envolvido em diferentes etapas do processo construtivo.

O Integrador também é responsável por especificar e testar o desempenho. a confiabilidade e a compatibilidade entre os equipamentos , bem como investigar e experimentar novos produtos e versões de software antes de oferecer aos clientes uma solução definitiva.

2) Prevenir problemas

A curva de aprendizagem em automação residencial ainda é nova. Quando voce finalmente começa a habitar a casa recém-construída, a última coisa que você quer é se arrepender, ou seja, pensar "se eu soubesse antes teria feito isto, ou não teria feito aquilo..."  Um Integrador pode ajuda-lo a evitar este tipo de aborrecimento, checando antecipadamente suas necessidades e projetando para que tudo saia como voce esperava.

Em primeiro lugar, eles  podem ajudar os proprietários a decidirem sobre a forma como a ergonomia e a estética dos seus sistemas inteligentes devem ser. Uma abordagem prática, nesta fase, é essencial, ou o proprietário não terá uma sólida compreensão do que está sendo preparado para ele. Um bom Integrador deve dar a seus clientes opções e permitir que eles interajam fisicamente com diferentes plataformas de automação e componentes de audio e video para descobrir e resolver as suas prioridades.


Além disso, o integrador deve oferecer uma solução à prova de futuro e bem documentada, que inclui todos os projetos, documentos técnicos e garantias que são exigidas.

Finalmente, trabalhando diretamente com o cliente, o Integrador vai criar um projeto especificando marcas e funcionalidades até que o desejado equilíbrio entre preço e desempenho é atendido. Todos os planos são construídos sobre uma estrutura técnica que é bastante sólida, minimizando surpresas e necessidade de alterações posteriores do processo.

3) Soluções definitivas e eficazes 

Existem formas ilimitadas para automatizar uma casa. Integradores se esforçam para encontrar soluções que sejam adequadas e atualizáveis para toda a vida útil da casa. Enquanto cada plataforma de casa inteligente provoca uma sensação diferente de controle, possui um ecossistema único e diferentes vantagens e desvantagens em matéria de integração com produtos de terceiros, um Integrador com seu entendimento destes será capaz de delinear a melhor abordagem para atender aos requisitos do cliente .


Os Integradores têm liberdade de pesquisar continuamente, participar de eventos dos mais diversos, mantendo-se atualizados com as tendencias da industria e movendo-se através de parcerias cada vez mais produtivas e saudáveis, permitindo-lhes atender seus clientes da melhor forma.

Se um fabricante sair do negócio, no entanto, um bom integrador vai orientar seus clientes através do processo de transição tão bem quanto possível (ou seja, utilizando o mesmo cabeamento, determinando marcas onde a substituição irá manter a mesma compatibilidade com o resto do sistema).

O futuro do mercado imobiliário é inteligente. É essencial que os construtores e proprietários levem as suas necessidades tecnológicas em conta antes das construções começarem. Com um planejamento cuidadoso e com profissionais certos ao seu lado, o sonho de sua casa inteligente estará muito perto de se tornar realidade.

6 de out de 2016

Visita guiada à CasaE - uma casa sustentável (selo LEED)

 Na próxima sexta feira dia 14 de outubro teremos um evento muito especial. Das 9h as 17h vamos tratar de temas ligados à sustentabilidade e à eficiencia das edificações num seminário destinado a todos profissionais interessados nestes temas tão atuais.

Mas o que vai provocar um aproveitamento ainda melhor para os participantes será a visita guiada ao local onde acontece o evento: a CasaE, um projeto da BASF existente em dez países do mundo e que tem um piloto construido em São Paulo

Para participar, basta clicar aqui . A inscrição é gratuira para associados da AURESIDE

Para conhecer mais detalhes sobre a CasaE, veja esta matéria da revista Audio & Video Design

Esperamos vocês!


1 de out de 2016

Quase metade das reformas de casas inclui itens de tecnologia

Fonte: CePro - Autoria: Jason Knott
Data de publicação: setembro 2016

Moradores que estão reformando suas casas nos EUA estão integrando funcionalidades "inteligentes", de acordo com uma pesquisa da Houzz, realizada em colaboração com a CEDIA.


O levantamento considerou cerca de 1.000 proprietários de casas que estão iniciando o processo de renovação, ou que tinham recentemente concluído seu projeto de renovação da casa e descobriu que quase metade deles estão incorporando  tecnologias "inteligentes" ou seja, sistemas ou dispositivos que podem ser monitorados ou controlados via smartphone, tablet ou computador (45 por cento).

Na verdade, casas em processo de reforma têm o dobro da probabilidade de incluir um sistema inteligente ou dispositivo em relação aqueles que iriam faze-lo depois dela ser concluida (51 por cento contra 20 por cento, respectivamente), de acordo com Houzz. Quase um terço dos sistemas de casa inteligente atuais ou dispositivos podem ser controlados através de um hub central (30 por cento), e um quarto deles incluem recursos controlados por voz (26 por cento). Proprietários relatam maiores níveis de satisfação com  dispósitivos de características inteligentes atuais do que os seus antecessores não-inteligentes.

Os proprietários ainda estão instalando dispositivos inteligentes para segurança (25 por cento), entretenimento (18 por cento), controle de temperatura (14 por cento) e iluminação (12 por cento) em suas casas renovadas.

Os principais dispositivos de segurança inteligentes incluem alarmes de incêndio e de detecção de gás, além de câmeras (em 9 por cento dos lares renovados, cada), seguidos pelos detectores de movimento, quebra de vidro e / ou sensores de portas, fechaduras e / ou campainhas com vídeo (5 por cento cada) . Um terço dos alarmes atuais e dois terços das câmeras modernas têm características inteligentes.

Além disso, 12 por cento das casas renovadas incluem um termostato inteligente - 40 por cento dos termostatos atuais ou controles de temperatura são inteligentes. Oito por cento dos lares atualizados apresentam uma smart TV, e sete por cento incluem caixas acusticas inteligentes ou dispositivos de vídeo / streaming de música. Quando se trata de iluminação, 11 por cento das casas renovadas incluem iluminação interna inteligente, e 4 por cento incluem iluminação exterior inteligente.

"Nossos dados mostram como estes proprietários estão adotando tecnologias inteligentes", diz Nino Sitchinava, principal economista do Houzz. "Estes proprietários têm como objectivo melhorar o conforto, conveniência, segurança e consumo de energia de sua casa durante as suas reformas, e estas tecnologias inteligentes aparecem para resolver muitas das suas necessidades. Enquanto muitos proprietários relatam dificuldade em aprender a encontrar os produtos inteligentes certos para atender suas necessidades, os altos níveis de aprovação e satisfação entre eles são preditores de uma dependência mais ampla destas tecnologias entre o público em geral em um futuro próximo ".

E os preços?

O gasto com sistemas e dispositivos inteligentes é diferente dependendo do tipo de tecnologia. A maioria das casas inteligentes quando fazem upgrads em sistemas de segurança gastam em torno de US $ 1.500 ou menos em seus novos recursos atualizados (76 por cento), enquanto que apenas 5 por cento investem mais de US $ 5.000.

Há uma maior variação no custo de atualização dos sistemas de entretenimento inteligente, com metade tendo gasto US $ 1.500 ou menos (48 por cento), e outra metade investiu mais de US $ 1.500 (52 por cento). Um quinto dos upgraders em entretenimento custaram mais de US $ 5.000 em sua nova tecnologia (21 por cento).

Da mesma forma, quase metade dos upgrads em iluminação inteligente gastaram US $ 1.500 ou menos (47 por cento), enquanto pouco mais de metade gastaram mais de US $ 1.500 (53 por cento). Em termos de tecnologia de controle de climatização, os proprietários raramente passam adiante da faixa de US $ 1,501- $ 2.500.


Segurança e Gestão de Energia são os principais motivadores

Proprietários selecionaram recursos com tecnologia inteligente por uma variedade de razões.

Para os dispositivos de segurança protegendo as suas casas contra intrusos (67 por cento), e monitoramento / controle da segurança de sua casa quando eles estão longe (52 por cento) ou a partir de qualquer lugar da casa (30 por cento) são a principal preocupação. A proteção contra invasores é uma motivação mais forte para aqueles que instalam sistemas com características inteligentes do que aqueles que instalam opções não-inteligentes (67 contra 51 por cento, respectivamente).

Quando se trata de entretenimento:  melhorando a experiência de entretenimento (80 por cento), o conforto do lar (55 por cento) e o desejo de ter a tecnologia mais recente ou para mudar o humor ou vibração da casa são fundamentais (27 por cento cada ).

Recursos de controle de climatização inteligentes são selecionados para melhorar o conforto do lar (71 por cento), reduzir o consumo de energia (68 por cento) e para monitorar ou controlar o seu dispositivo enquanto longe de casa (41 por cento).

Em termos de iluminação, os proprietários estão motivados para incluir tecnologia inteligente para reduzir o consumo de energia (59 por cento), melhorar o conforto do lar (54 por cento) e buscam a capacidade de mudar o humor ou vibração da casa (34 por cento).

(Clique na imagem para ampliar)


Educação na seleção de produtos ainda é um desafio

Mais da metade destes proprietários optaram contra a adição de tecnologias inteligentes durante os seus projectos de renovação (55 por cento). Entre os que não adotaram, apenas um terço chegou a dar às tecnologias alguma consideração (34 por cento), mas finalmente decidiu não adotar devido a uma falta de interesse (37 por cento), às preocupações com custos (31 por cento), ou preocupações com a privacidade (23 por cento).

Contratação de profissionais versus DIY (do it yourself)

A maioria dos proprietários escolheu contar com ajuda profissional para a instalação de seus sistemas de segurança, controle de temperatura e iluminação inteligentes e não-inteligentes, sendo que eles são ainda mais propensos a recorrer a profissionais, no caso de atualizações tecnológicas inteligentes nessas categorias.

Isto é especialmente verdadeiro para a instalação de alarmes inteligentes e detectores de incêndio / gás (67 por cento vez de prós versus 46 por cento com soluções não-inteligentes), sensores de movimento e de iluminação (63 por cento contra 45 por cento) e as câmaras (42 por cento contra 21 por cento).

No entanto, nos sistemas de entretenimento eles recorrem a ajuda profissional em menor medida do que aqueles de segurança ou outros tipos de modernização.

TVs e dispositivos de streaming de música com funções inteligentes são mais propensos a exigir a instalação profissional (38 por cento e 27 por cento, respectivamente) do que aqueles sem capacidades inteligentes (26 por cento e 17 por cento, respectivamente).

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quer uma copia do relatório completo? Envie sua solicitação clicando aqui